13
Abr 04
Acabei de adicionar uma SombraNoSilêncio. São "crónicas de uma depressão" mas, nem por isso, se tornam num poço sem fundo. São relatos, realidades de alguém com consciência de que passa por um drama tão comum nos nossos dias, e tão pouco tolerado por quem desconhece o sofrimentos das pessoas com tendências depressivas.
publicado por catarina às 23:39

E se, de repente, a sua "velha" pasta de dentes com sabor a mentol e ervas (que já enjoa), aparecesse a saber a canela, baunilha, chocolate ou... whisky (essa logo de manhã... hugg)? Pois o You've Got Mail lá foi "desencantar" mais um link fantástico.

chocolate.jpg

publicado por catarina às 01:15

Ao fim de quase dois anos de obras à porta de casa (entenda-se à porta da minha loja) prevê-se que elas entrem, agora, na recta final.
Parece impossível que o Casino da Figueira tenha erguido um verdadeiro ESTALEIRO no quarteirão. As máquinas, camiões e respectivos motoristas, estacionavam sem dó nem piedade, em frente à loja (e quando digo em frente, falo de estacionarem em cima do passeio COLADOS à minha porta, ao ponto de ser impossível entrar ou sair). E sabem que mais? Quando solicitava, com MUITA EDUCAÇÂO, para chegarem a carrinha para trás ou para a frente, ainda era insultada e ameaçada de porrada. Já para não falar de horas e horas de bocas nojentas e comentários ordinários, feitos a qualquer mulher que por lá tivesse de passar. Só visto (e ouvido)!

E agora perguntam vocês, mas porque não exigi eu uma indemnização ao Casino? A resposta é simples, o meu pai é lá funcionário há vários anos e iria ter problemas! Ponderámos tudo e mais alguma coisa, mas decidimos que nada iríamos fazer, a não ser demonstrar a revolta! ;(

Agora outra questão... ou melhor, outras: não é crime "roubar" 2 metros de passeio a toda a volta? E será permitido pelo Plano Director Municipal (PDM) o acrescento de 3 metros de altura, no edifício? Eu não posso aumentar nem 5 cm, na mesma rua! Se calhar é permitido porque ninguém "sabe". O Presidente da Câmara, Duarte Silva, há cerca de um mês, dizia aos representantes do Turismo local que "não sabia que ainda decorriam as obras e que não sabia que a estrada estava, quase sempre, encerrada ao trânsito".

Perdoem este desabafo mas já são dois anos a aturar muito mais do que aquilo que acabo de escrever aqui.
publicado por catarina às 00:35

Abril 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
15
17

19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO